Meu pequeno manifesto direto do Panamá

  |  Postado por: AIESECo do Blog 17 de maio de 2017

  Meu nome é Danillo. Em abril do ano passado decidi que queria fazer um intercâmbio. Na verdade esse desejo já rondava a bastante tempo.  Eu sempre adiava e criava um monte de barreiras que não me deixavam ir.  Até que resolvi colocar as desculpas de lado e ir atrás do que eu sempre quis. Procurei várias vagas no portal  de oportunidades da AIESEC. O plano era trabalhar em uma multinacional, e eu sabia que com a organização encontraria bastante empresas assim. Acabei me aplicando. Escolhi o Panamá e a Dell.  Existia a opção de trabalhar com marketing, que sempre foi uma área que eu curti.

Entrei no processo sem muitas expectativas, afinal eu sabia que a concorrência era gigante. Levei um susto  uma semana depois! Recebi um e-mail da gerente da área convidando para uma entrevista. Corri atrás de tudo sobre a empresa. Li sobre a cultura organizacional, os valores… Identifiquei o que daquilo tinha a ver comigo. Esse é um ponto importante quando você for escolher uma empresa para se aplicar. A cultura e valores tem que ser alinhados com os seus. Assim, sua chance de ser chamado aumenta e também sua satisfação no trabalho. Fiz todas as entrevistas e em duas semanas recebi a tão esperada resposta. Fui escolhido para a vaga! Outros fatos  me ajudaram a ser escolhido em meio a centenas de aplicantes: ter trabalhado na AIESEC e o conhecimento de outro idioma.

O Panamá tem um pedacinho de várias partes do globo. Tem bastante gente dos quatro cantos do mundo. Aqui você encontra quase de tudo, por isso não tive muito problema de adaptação. A DELL é uma empresa com uma cultura de liderança muito forte e muito semelhante com a AIESEC. Nesse ponto me senti em casa. São bastante flexíveis e abertos. Dentro da empresa qualquer tipo de discriminação é proibida e devidamente punida. Pessoas de vários países trabalham por aqui. O que torna o ambiente bastante multicultural. Por todos os lados você ouve pessoas falando em inglês, espanhol ou português.

Trabalho na área que gosto, com foco digital. Minha função é de Merchandiser para a América Latina, exceto Brasil. Tenho me desenvolvido bastante profissionalmente. Tenho uma função que me faz ter contato com várias pessoas da empresa e isso me ajuda a ter uma visão mais ampla fora da minha área. Além disso, a empresa dá a liberdade de desenvolver algum projeto, desde que você acredite que pode trazer alguma melhoria.

Eu já tinha viajado para vários países antes de fazer esse intercâmbio, mas nada se compara a esses oito meses que estou aqui. A cada dia tenho um desafio  e aprendo algo novo, sem dúvida está sendo uma experiência de aprendizado e conhecimento que vou levar para toda minha vida.

 

Eu ainda estou vivendo minha experiência com o Talentos Globais. Quer saber como se desafiar e viver a sua também? Clica aqui!

Leia também:

México: os destinos perfeitos pra você que gosta de...
Por que fazer intercâmbio pra Polônia?
Conheça ações brasileiras voltadas para os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU
Categoria: Sem categoria

Deixe um comentário

*



Somos a maior organização de estudantes do planeta, reconhecida pela Unesco. A AIESEC é uma rede global formada por jovens universitários e recém-graduados, que, por meio do trabalho dentro da organização e de intercâmbios profissionais, estimula a descoberta e o desenvolvimento do potencial de liderança de seus membros.