72-blog

O que você fez pela primeira vez no seu intercâmbio?

  |  Postado por: AIESECo do Blog 23 de setembro de 2015

Lançamos um desafio no nosso Instagram pedindo que as pessoas publicassem as fotos daquilo que fizeram pela primeira vez durante seu intercâmbio pela AIESEC: podia ser uma receita nova que aprendeu, sabores exóticos que experimentou, um desafio profissional ou acadêmico, uma aventura que se propôs a fazer, um lugar histórico que visitou. Confira as 10 melhores primeiras vezes dos nossos intercambistas.

 

#1 Adrielle Gerez – Ver a neve 

Meu intercâmbio foi lotado de primeiras vezes, primeira vez que Cruzei o oceano, primeira vez que fiquei em um hostel, primeira vez que me perdi andando de ônibus, mas o mais impactante foi a minha primeira vez vendo neve. Eu fui pra Grécia, lá não é famoso pela neve, mas eu queria MUUUUITO, e foram essas pessoas maravilhosas que estavam ao meu lado e me ajudaram a viver esse sonho. Foi incrível, guardo muitas lembranças e a cicatriz da árvore que me enfiei descendo de skibunda hahahha. E que venham mais primeiras vezes inusitadas como essa.

 

#2 Daniele Oliveira- Ir a um templo Hinduísta 

 No meu intercâmbio em Bangalore, na Índia, visitei um templo de Hinduísmo pela primeira vez. Tem toda uma cerimônia a se seguir mesmo durante uma simples visita: deve-se tirar os sapatos para entrar, lavar os pés, tocar os pés das divindades representadas por esculturas, colocar as mãos sobre o calor do fogo de velas acesas e então passar as mãos sobre a cabeça, entre outros. No final da visita, eles oferecem uma pequena quantidade de algum prato local. E o engraçado (pelo menos para mim, que estou acostumada com uma cidade como São Paulo) é que ninguém mexe nos seus sapatos, ainda que eles sejam deixados na calçada. A experiência foi bem interessante e enriquecedora .

 

 # 3 Gabriela Raw – Comer insetos

A Gabriela Raw fez seu intercâmbio para Myanmar e experimentou inseto pela primeira vez.   Porque é sábado, dia 14 e essa é nossa foto épica comendo insetos.


#4 Gledson Wilber – Ensinar fotografia

O Gledson foi para Argentina e trabalhou em um projeto muito especial. Sair do meu país pra trabalhar em uma fundação linda e ensinar a pessoas especiais um pouco da arte da fotografia foi um dos primeiros desafios que enfrentei no meu intercâmbio.

#5  Danilo Nascimento – Ser tradutor

Tem pouco tempo que voltei da Colômbia e tive uma experiência incrível!  E, dentre as várias situações inéditas que eu vivi – a primeira viagem para o exterior, primeira vez andando de chiva, primeira vez comendo chontaduro, haha – uma das melhores dentre tantas maravilindas foi a oportunidade que tive de me permitir ser tradutor! Sim, porque minha BFF na Colômbia foi uma Taiwanesa amor de pessoa, a Selena, @selenacheng29, com quem convivi parte da experiência morando na mesma host family e ouvindo dela inglês e traduzindo em Espanhol pra Pilar, @pilart23 , uma colombiana de coração enoooorme… A questão é que NUNCA me imaginei nessa situação e foi, sem dúvida, uma das partes mais marcantes dessa experiência inesquecível – e que acabou resultando numa amizade maravilhosamente inusitada! <3 Aprendi muito espanhol, pratiquei muito inglês e ensinei um bocado de Português nessa brincadeira! E amei, tudo.

#6 Karina Brunoro – Andar em um elefante 

Passei 1 mês e meio fazendo meu GCDP lá em um instituto de yoga. Fui pra Índia com um sonho de tirar foto em cima de um elefante e… consegui :D A sensação é INCRÍVEL! É um animal muito grande, diferente, mas, acima de tudo, o mais incrível foi quando olhei para ele com outros olhos, com os olhos da cultura indiana, conectando todos os significados de um elefante àquele animal. Montar em um animal que representa sabedoria, esperteza, foco e determinação foi amazing!

#7 Ícaro Amaral – Conhecer a Catedral de La Plata

A primeira coisa que fiz no meu intercâmbio foi conhecer o monumento mais grandioso e maravilhoso da cidade em que eu fiquei: A Catedral de La Plata – 2a maior do mundo! Ela possui duas torres, Torre de Maria e Torre de Jesus – e na Torre de Maria temos um elevador que nos leva a quase 100 metros de altura – uma aventura super sensacional – e foi de lá de cima que eu vi o quão grandioso significava o intercambio pela AIESEC, uma visão tão majestosa, que você chega a ver o Uruguai no horizonte! Fiz esse passeio com meu parceiro de projeto, o Jorge, que era do México e me proporcionou um impacto imenso! Vale dizer que em frente a Catedral, existe a Plaza Moreno – que é o ponto Central da cidade, LITERALMENTE central, existe um quadrado simetricamente no meio da praça que marca o ponto de inicio de La Plata, e é ai onde de 12 em 12 anos que se enterra e guarda-se documentos em uma cápsula do tempo!

#8 Gustavo Amorim – Saltar de parapente

 O Gustavo Amorim aproveitou seu intercâmbio para Mérida, Venezuela, para pular pela primeira vez! Quando subimos a montanha e vimos a altura de que saltaríamos, nem consegui acreditar que ia topar esse desafio de pular de parapente. Foi incrível superar esse meu medo, deixando todas as preocupações de lado e aproveitando o momento (flutuando a uns 2 mil metros) para refletir sobre minha experiência de intercâmbio. Com certeza será algo inesquecível!

#9 Tainá Zamo – Andar em um camelo

Quando decidi fazer meu intercâmbio pra Índia, um dos principais motivos era porque eu queria algo totalmente diferente do que eu já tinha visto ou vivido. Eu queria realmente conhecer coisas novas e, de fato, sair da minha zona de conforto. Sabe né, na Índia todos os dias isso é possível. Essa foi a primeira vez que eu vi e andei de camelo. Foi na cidade de Udaipur, um dos lugares mais incríveis que eu conheci. Esse momento e esse dia são muito marcantes pra mim, pois eu pude conhecer uma cultura e uma realidade totalmente distante do que eu estava acostumada. Eu senti de perto o que é a verdadeira Índia.

#10 Wan Amaral – Ir a uma festa tradicional da Colômbia 

El 58* desfile de Silleteros. Na Colômbia eu pude ver umas das maiores manifestações culturais do país. A feria de las flores tem como caráter principal a cultura ‘paisa’. A cidade vira uma verdadeira festa, com pessoas de todo o mundo. E sempre é finalizada com o famoso desfile dos Silleteros, que são as pessoas que fazem e carregam esses monumentos de flores, que vivem nos povoados ao lado de Medellin, onde acontece o desfile.

 

E você, o que você fez pela primeira vez no seu intercâmbio? Se ainda não participou do nosso desafio, participe !

Leia também:

7 motivos para você conhecer o Peru
Jovem abre uma ONG e empreende no setor público após seu intercâmbio
Meu pequeno manifesto direto do Panamá
Categoria: Sem categoria

One Response to O que você fez pela primeira vez no seu intercâmbio?

  1. Gabriela says:

    Olá, pessoal! Achei as primeiras experiências que o artigo enumera fantásticas, exceto a experiencia de andar em camelo e em elefante. Geralmente esses animais são muito mal tratados e não devemos vê-los como algo para nos apropriar, certo? Eles deviam viver livremente e não para satisfazer nossa ânsia de turista. Acho que houve um equívoco da parte do pessoal, peço que revejam a divulgação de tal conteúdo no site de vocês.
    Um ótimo dia!
    Att.,
    Gabriela.

Deixe um comentário

*



Somos a maior organização de estudantes do planeta, reconhecida pela Unesco. A AIESEC é uma rede global formada por jovens universitários e recém-graduados, que, por meio do trabalho dentro da organização e de intercâmbios profissionais, estimula a descoberta e o desenvolvimento do potencial de liderança de seus membros.