LogansRun

Logan: Um exemplo de liderança

  |  Postado por: AIESECo do Blog 9 de março de 2017

O mais enaltecido mutante da equipe dos X-Men nos cinemas, o Carcaju – Famoso canadense Wolverine, está de volta às telonas para seu último filme. Com atuações épicas e dignas de premiações, Patrick Stewart rouba a cena como um Professor Xavier que tem a mente mais poderosa do mundo mas com seus poderes debilitados, tornando-se um perigo a todos. Também a menina Dafne Keen é um achado e, mesmo muda durante metade do filme, trás uma atuação espetacular como X-23 e com sua pouca idade realiza as cenas do filme de forma memorável.

A saga do mutante infelizmente chega ao fim. Na sua última trama das telonas a Fox conseguiu acertar na dose correta um filme que representasse completamente o personagem em suas diversas faces. Um filme de super herói que com apenas enredo e história leva o público ao delírio, deixando os “super poderes” como um detalhe e não uma necessidade para fazer esse maravilhoso filme estilo “road trip” acontecer, como geralmente é visto nos últimos filmes. Assim nos despedimos de Logan, e por isso selecionamos alguns mutantes das histórias dos X-Men que talvez você não soubesse que são de outros países e outras culturas. Veja só:

Tempestade – Egito

Ororo Munroe

Ororo Munroe cresceu órfã na cidade do Cairo após um acidente aéreo com seus pais. Ela é descendente de uma antiga linha de sacerdotisas africanas. Todas têm cabelos brancos e olhos azuis. Foi convocada para os X-Men depois que o Professor Xavier teve conhecimento de sua existência através do cérebro, e assim deixou de lado a África e seu povo para ajudar a equipe. Sua primeira aparição foi em Maio de 1975 nas HQs.

 

Uma mutante nível ômega, sendo uma das mais poderosas da Marvel. Tem o domínio elemental da natureza (pirocinese, aerocinese, eletrocinese). Ela é capaz de manipular a energia de tempestade, tormentas e ventos, para intimidar ou derrotar os inimigos com a força dos fenômenos atmosféricos relativos ao ar. Assim, utilizando-o a seu favor para poder voar.

 

Mancha Solar – Brasil

Sunspot

Roberto Da Costa foi criado em 1982 foi o primeiro personagem brasileiro da Marvel Comics.
Ele nasceu em Minas Gerais e manifestou suas habilidades mutantes pela primeira vez num jogo de futebol.

É um mutante nível Ômega, com o poder de absorver e converter energia solar em força e resistência sobre humana. É capaz de voar e emitir rajadas de plasma super-aquecido. Quando ativa seus poderes, seu corpo se envolve em chamas “negras” e seus olhos se tornam flamejantes. Sua força aumenta a medida que absorve mais energia solar, o que também aumenta seu poder de projetar calor e luz, e o torna quase invulnerável.

 

Vampira – Mississipi

Vampira Mutant

Sua primeira aparição foi em 1981 e seu nome de batismo é Anna Marie. A jovem fugiu de sua casa no interior do Mississipi após a primeira manifestação de seus poderes, quando em beijou um garoto chamado Cody Robbins e sua mente foi invadida pelas memórias do rapaz, que entrou em coma permanente. E durante a fuga acabou adotada pela metamorfa Mística.

 

Através do contato físico, Vampira rouba a energia vital, as memórias e as habilidades, físicas e mentais, normais ou especiais, que a vítima possua, além dos seus super-poderes e alguns traços de personalidade. O efeito da transferência é, normalmente, temporário, escoam-se as características absorvidas e a vítima volta ao normal, mas contatos prolongados podem causar o dreno permanente e até levar à morte a pessoa que recebeu o toque.

Gambit – França

Mutant

Gambit cresceu órfão nas ruas da França, e para sobreviver se tornou parte de gangues francesas, onde usava seu poder a seu favor. Ele pode dominar a aceleração molecular.

Funcionando assim: ele pega a energia potencial de um objeto, e a transforma em energia cinética, carregando o objeto, com resultados explosivos. Quanto maior e mais pesado o objeto, mais demorada é a carga e o tamanho da explosão.

Uma da marcas registradas do francês Gambit é o arremesso de cartas de baralho em seus oponentes, sendo a Dama de Copas sua carta favorita, carregando cada carta e as transformando em armas letais. Porque são fáceis de atirar e levam pouco tempo para uma carga completa. Também é adepto da arte marcial francesa Savat, o que o torna um mutante excepcional.

 

Magneto – Polônia

Erik Magnus Lehnsherr foi perseguido junto com sua família, por serem de origem judaica. Após ver todos seus familiares serem mortos, foi mandado para o campo de concentração de Auschwitz.

Em um hospital em Isarel, Magnus conheceu o Professor Charles Xavier. Os dois se tornaram aliados, com frequentes discussões sobre o rumo que os mutantes deviam ter… Não demorou muito para se separar de Charles por terem visões conflitantes. Assim passou a assumir o nome de Magneto. Desde então, ele abandonou a crença na humanidade, passando a acreditar que somente dominando-a os mutantes poderiam ter alguma chance de sobreviver.

 

Magneto possui o poder de manipular qualquer tipo de metal, inclusive Vibranium e Adamantium. Ele tem o controle do magnetismo e de campos magnéticos, com isso ele cria campos de força eletromagnéticos, pode literalmente desligar a gravidade em volta de si isso lhe permite voar a distâncias e velocidades razoáveis

Sabia que em quase todos esses lugares onde nasceram os mutantes existem trabalhos sociais a se fazer? Você não precisa de super poderes para lutar pela humanidade. Aproveite a chance! Clique aqui!

Leia também:

10 curiosidades sobre a Croácia
Conheça ações brasileiras voltadas para os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU
Qual tweet do Neymar reflete a situação atual do seu intercâmbio?
Categoria: AIESEC, Curiosidades dos países, Liderança, Sem categoria, Trends

Deixe um comentário

*



Somos a maior organização de estudantes do planeta, reconhecida pela Unesco. A AIESEC é uma rede global formada por jovens universitários e recém-graduados, que, por meio do trabalho dentro da organização e de intercâmbios profissionais, estimula a descoberta e o desenvolvimento do potencial de liderança de seus membros.