Nossos líderes – Vilson Veloso


A AIESEC  acredita em mudança, em fazer a diferença, e que cada pessoa possui o poder de transformar o seu ambiente. Acreditamos que o trabalho voluntário é uma importante ferramenta para isso e que dessa forma conseguimos transformar e criar novos líderes.  Nesse mês começamos uma nova ação chamada ” Nossos Líderes”. Cada mês contaremos um pouco da história de um  Aieseco ou ex Aieseco que se tornou um líder depois da sua passagem pela organização. E claro, nosso primeiro líder é o Vilson Veloso de Andrade, nascido em Belo Horizonte – MG ele é formado em Engenharia Elétrica pela PUC Minas e atual Presidente da AIESEC Brasil. 

1.     Como a AIESEC entrou na sua vida? Como foi sua trajetória dentro da organização?

Vilson – Eu entrei na AIESEC inicialmente para aprender falar inglês, na época googlei “aprender inglês barato em Belo Horizonte” e me veio o link da organização. No meu primeiro evento meus olhos brilharam quando vi tanto estrangeiro no mesmo lugar assistindo palestras sobre o Brasil, sobre liderança e sobre como os jovens poderiam mudar o país. Neste momento vi que realmente era um local que eu gostaria de fazer parte; desde este dia busquei caminhos que me levassem mais perto para transformação desse país e hoje fico muito satisfeito em ver que realmente estamos mudando nosso Brasil.  Hoje falo Inglês e Espanhol fluente graças a essa organização, naquele momento quando entrei, eu nunca tinha saído do Brasil e só conhecia o Estado de Minas Gerais, hoje já viajei para mais de 10 capitais brasileiras, fui em 6 congressos internacionais, estive em mais de 10 países do mundo em 4 continentes.

Já fui Diretor Local da área de intercâmbios profissionais e depois Diretor Nacional da mesma área, hoje sou o atual Presidente da AIESEC no Brasil .

2.     Você já fez algum intercâmbio pela AIESEC? 

Vilson – Fiz um intercâmbio social na Colômbia por 3 meses. Esse intercâmbio me ensinou a ver o mundo em uma outra perspectiva, a aprender a me comunicar não necessariamente com palavras. Percebi que  amo muito o Brasil mas,  isso não impede que ame muito outro país e tenha vontade de viver nele. Aprendi espanhol, o que me permitiu não só crescer na organização, mas inclusive conhecer minha atual namorada que é Argentina. Esse intercâmbio abriu as portas da organização pra mim  e devo muito do que vivi nesses últimos 2 anos a esse intercâmbio.

 

 3.   Como foi a decisão de se tornar Presidente da AIESEC Brasil?

Vilson –  Vim de uma realidade bastante complicada, em uma cidade onde os jovens não tem perspectiva, cresci no município de Ribeirão Das Neves na Região Metropolitana de BH. Vivendo em condições sem muitas oportunidades, a educação e a AIESEC me mostraram que sim, um jovem pode sonhar grande, pode pensar grande e pode fazer muito, e essa vontade de fazer e querer essa transformação me fez querer ir além dos meus limites e enfrentar um grande desafio, liderar e gerir mais de 3 mil jovens brasileiros para garantir que todos eles continuem pensando e sonhando grande e que eles transformem e engajem mais e mais jovens. Essa vontade me fez querer aplicar a Presidente.

4.    Como a AIESEC influenciou e aprimorou sua liderança e qual sentimento de ser Presidente de uma organização tão grande e que impacta tantos jovens?

Vilson – A AIESEC me mostrou que não só é possível sonhar grande como também realizar grandes sonhos.  Há 4 anos  eu era um jovem comum que não conhecia nem mesmo sua própria cidade, a maioria dos meus amigos não tinham nenhuma perspectiva e eu só queria ter um emprego pra ganhar uma salário e poder viver minha vida, era um jovem sem muito brilho no olho e até mesmo sem um propósito bem definido.  Há um mês estava recebendo um prêmio e fazendo um discurso em inglês para mais de 800 pessoas de mais de 120 países na Índia. Isso era tão inimaginável pra mim que eu nem nos meus maiores pensamentos poderia pensar que seria verdade. Hoje discurso e falo de igual pra igual com plenárias possuindo centenas de pessoas e em 3 idiomas. Isso foi a AIESEC, essa mudança veio dessa organização, ela te ensina a pensar grande e fazer com que grandes feitos fique tão comum na sua vida que vira rotina. Quando entrei na AIESEC nem se quer tinha saído do meu estado, hoje viajo pra todos os lugares do mundo e do Brasil mensalmente em uma frequência de aeroporto e rodoviária que parece que estou passeando na rua da minha casa. A AIESEC tem o poder de transformar coisas grandiosas em rotina e isso muda a visão de um jovem e faz com que ele queira assumir desafios cada vez maiores.

6.    Que tipo de líderes você acredita que a AIESEC está formando? Quais características você destacaria que uma pessoa que passou por essa experiência da AIESEC desenvolve?

 Vilson – Uma pessoa que passou pela AIESEC com certeza desenvolve algumas qualidades que são primordiais para o mundo que vivemos hoje.  Um jovem que passa pela organização aprende suas qualidades para usá-las de forma inteligente e também aprende suas fraquezas para poder desenvolvê-las.  Esse jovem sempre trabalha orientado para solução de problemas e tem a capacidade de se comunicar com os outros em prol de engajar mais pessoas. Este jovem faz tudo isso com uma visão ampliada do mundo, tendo consciência do que está acontecendo  para que através disso ele se sinta parte e queira fazer a diferença. Além disso, esse jovem aprende que valores são importantes e demostrar diariamente esses valores é essencial e por isso, ele sabe que tem que agir sustentavelmente, buscando a excelência no dia a dia, demostrando integridade em todas as ações, vivendo o diferente, desfrutando daquilo que ele faz parte e ativando mais e mais líderes que junto com ele irão transformar nossa realidade.  Esse é um jovem que a AIESEC desenvolve, um jovem que possui valores e possui as 4 qualidades de auto conhecimento, ser orientado para a solução, saber empoderar os outros e ser um cidadão do mundo. 

7. Qual o maior aprendizado que você acredita que vai levar da AIESEC?

Vilson – Pensar grande é possível e agir é necessário. Mas, se for agir sempre pense nos valores que guiam suas ações para que mais pessoas se inspirem em você. Isso é ser o líder que a organização desenvolve, mais do que qualidades e valores, uma pessoa que seja um espelho e inspire outras pessoas.

 8. Qual recado você daria para quem está na faculdade ou já formou, sobre o porquê ele deve conhecer a AIESEC.        

 Vilson– Se você não está satisfeito com o Brasil que vivemos, se você acredita que as coisas poderiam ser diferentes, se você acredita que pode ser mais do que um jovem comum como os milhares que existem no Brasil, a AIESEC é o lugar para te fazer ser diferente, pra fazer você pensar diferente e pra fazer você agir diferente.


Gostou da entrevista com o Vilson Veloso? Acompanhe a nossa ação também no Facebook e Instagram. Mês que vem teremos um novo participante nos “Nossos Líderes”.

Leia também:



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *