11-destinos-méxico500px

Destinos AIESEC – curiosidades sobre o México

  |  Postado por: AIESECo do Blog 1 de outubro de 2014

Se você tem entre 5 ou 40 anos (margem de erro de alguns anos para mais ou para menos), provavelmente vai se lembrar do México como a terra do Chaves. Exibido no Brasil desde 1984, o seriado (junto com o Chapolin Colorado) talvez seja a referência de massa mais significativa para nós, brasileiros. Fãs de Breaking Bad também terão um lugar especial para o México em seus corações. Esse país da América do Norte (talvez aí alguns já se enganem dizendo que os mexicanos são da América Central) é um dos principais destinos dos intercambistas da AIESEC do Brasil. Oportunidade para o Cidadão Global e o Talentos Globais! Continuando nossa série Destinos AIESEC, mergulhe em algumas curiosidades sobre o México! ARRIBA!

Os ESTADOS UNIDOS MEXICANOS (sim, esse é o nome oficial do México) é o quinto maior país das Américas em extensão territorial. Está atrás de Canadá, Estados Unidos, Brasil e Argentina. Sua população é estimada em pouco mais de 118 milhões de pessoas. A capital, Cidade do México, é a segunda região metropolitana mais populosa das Américas e a quinta do mundo: mais de 21 milhões de habitantes. Aqui, só perde para São Paulo. Fora, ainda fica atrás de Tóquio, Seul e Déli.

Dividido em 31 estados e um Distrito Federal, o México vive em uma república presidencialista – como o Brasil. Sua herança indígena é um tesouro da cultura. Lar de civilizações como a asteca e maia, o México reconhece 364 línguas! O idioma dominante, pela colonização espanhola, é o castelhano.

Curiosidades sobre o México

- A Cidade do México afunda entre 7 e 40 centímetros por ano! O fenômeno é causado pela superpopulação e o terreno arenoso. Prova visual disso é a estátua do Anjo da Liberdade, no centro da capital. Centenária, a estátua foi construída originalmente ao nível da rua. Hoje, as ruas do seu entorno estão cerca de quatro metros abaixo de onde estavam inicialmente. O “afundamento” da cidade frequentemente revela sítios arqueológicos.

- Se você é fã de chocolate (quem não é?), pode agradecer aos olmecas, civilização pré-hispânica que morava onde hoje é o México. Já em 1500 a.C. os olmecas utilizavam o cacau para o preparo de uma bebida temperada com baunilha e pimenta. Ela era usada para rituais religiosos e, daí, veio o chocolate. Os astecas também valorizavam muito o cacau e até usavam as sementes como moeda.

- Com as costas banhadas tanto pelo Atlântico, quanto pelo Pacífico, os mexicanos têm o privilégio de contarem com cerca de 450 praias! Cancun, Riviera Maya e Playa del Carmen são alguns dos locais mais visitados do mundo pelos turistas.

 

- O Grupo Televisa (a Globo de lá e responsável pelo querido Chaves) é a maior empresa midiática de língua hispânica. Possui cerca de 70% de audiência e gasta aproximadamente 1 bilhão de dólares com suas produções. Além de ter seus produtos muito consumidos na América Latina, outro mercado importante surgiu nos últimos anos: a China.

- O Dia dos Mortos (o Dia de Finados mexicano, comemorado na mesma data – 2 de novembro) é um dos feriados mais celebrados no México. Porém, os queridos que já se foram não são lembrados só com flores e missas, mas sim com uma verdadeira festa no país inteiro. Com o início no meio de outubro e até a primeira semana de novembro, os mexicanos acreditam que vivos e mortos se aproximam. Túmulos são limpos e decorados e festas com guloseimas são realizadas. É tempo de festa! Dois ditos populares mostram como o mexicano encara o Dia dos Mortos: “ao morto o poço, ao vivo o gozo” e “ao morto a sepultura e ao vivo a travessura”.

O que conhecer?

Em um país tão vasto e de cultura tão rica acaba sendo um desafio escolher opções de passeio. Os intercambistas da AIESEC vão para trabalhar, mas é óbvio que sobra espaço e tempo para TURISTAR também.

O blog toma a liberdade de dar algumas dicas batidas, mas pede que você, que já teve o prazer de conhecer nossos primos norte-americanos, que complete com mais sugestões e relatos!

- Chiapas

Estado mexicano onde grande parte dos habitantes é descendente dos maias. O local abriga parques arqueológicos como o de Palenque. Imperdível.

- Guadalajara

Lá está o povoado de Tequilla, que produz… fácil adivinhar. Guadalajara ainda oferece a imponência da Catedral de Guadalajara, com torres de 65 metros de altura e a simpatia dos tradicionais músicos Mariachis.

- Zócalo

O Centro Histórico da Cidade do México abriga pontos turísticos, centros de compra e, frequentemente, eventos culturais. Ali você também encontra a Catedral (maior da América Latina) e o Palácio do Governo.

Desmistificação

Muito se fala nos carteis de traficantes de drogas que assombram o México, em especial o norte do país, que faz fronteira com os EUA. A criminalidade por lá é um problema grave, assim como em qualquer lugar do mundo. Muitos imigrantes ilegais que tentam trabalho nos EUA acabam sendo capturados pelos carteis e escravizados ou mortos. No entanto, há muito sensacionalismo sobre os níveis de criminalidade mexicanos. De acordo com os números da América Latina divulgados pela ONU, os assassinatos no México seguem uma taxa de 25 homicídios para cada 100 mil habitantes, junto com o Brasil. Os dois países estariam em uma segunda divisão dos países mais perigosos do mundo. Aqui, na América Latina, Honduras, Venezuela e Jamaica possuem 90, 53 e 39 homicídios para cada 100 mil habitantes.

Cultura

A riqueza cultural mexicana não se restringe ao passado de suas avançadas civilizações dizimadas pelos colonizadores. Personagens como Frida Kahlo e Diego Rivera provam a relevância artística contemporânea. No cinema, hoje se destacam Alfonso Cuarón, (vencedor do Oscar de melhor diretor de 2014 por Gravidade) e Guillermo del Toro. O México também é vencedor de três Prêmios NobelQuímica (Mario Molina, 1995), Literatura (Octavio Paz, 1990) e Paz (Alfonso Robles, 1982).

Graças, em grande parte, às novelas mexicanas (importante item de exportação) e a filmes e séries dos EUA, possuímos um certo conhecimento sobre a culinária mexicana. Qualidade reconhecida: a UNESCO reconheceu a culinária do México como Patrimônio Mundial. Uma mescla de tradição indígena e intervenção espanhola, comer pratos como o burrito, a guacamole, nachos, quesadillas e tacos também significa consumir cultura!

Economia

O México possui o 11º PIB mundial (por poder de compra). Sua atividade industrial sobrevive, principalmente, de alimentos, bebidas, tabaco, produtos químicos, mineração, ferro, petróleo e turismo. Seus principais produtos de exportação são o petróleo e seus derivados, prata, frutas, verduras e legumes, café, algodão e manufaturados. Os mexicanos aproveitam sua fronteira com os Estados Unidos para comercializar com o país mais rico do mundo, seu principal parceiro comercial: 78% das exportações mexicanas vão para os EUA.

Visitar, trabalhar e morar no México significa aproveitar uma oportunidade oferecia pela AIESEC para conhecer um dos países de cultura e história mais ricas do mundo. Um país que estabilizou-se economicamente e cresce em uma média maior que a de seus colegas latinoamericanos. O México é O lugar!

Inspirado em vários textos como os do EDestinos, Catraca Livre, Brasil Post e Mochilão Trips que possuem várias outras dicas bem bacanas. Vale a pena a leitura!

Leia também:

Cidadão Global e AIESEC aparecem no G1
Cidadão Global: Destinos – Ásia
Intercâmbio: saiba como escolher a melhor vaga de intercâmbio para você
Categoria: AIESEC, Cidadão Global, Intercâmbio, Talentos Globais

Deixe um comentário

*



Somos a maior organização de estudantes do planeta, reconhecida pela Unesco. A AIESEC é uma rede global formada por jovens universitários e recém-graduados, que, por meio do trabalho dentro da organização e de intercâmbios profissionais, estimula a descoberta e o desenvolvimento do potencial de liderança de seus membros.