O desafio de continuar impactando depois da AIESEC

Tornar acessíveis experiências de aprendizado e cultura através do ensino de idiomas para pessoas em situação de vulnerabilidade social e financeira. Esse é o papel da 4YOU2, escola de idiomas fundada por Gustavo Fuga, alumnus da AIESEC que quis continuar com um trabalho de impacto mesmo já tendo saído da organização. Gustavo é a tradução e o exemplo vivo do ideal da AIESEC de impactar a sociedade.

Nosso blog vai começar a contar histórias de pessoas como ele para provar: seu impacto não termina aqui.

Gustavo Fuga, fundador da 4YOU2

Sair da AIESEC não significa deixar de atuar para melhorar nossa cidade, país e o mundo. Só depende de nós mesmos e da nossa vontade. Conversamos com o Gustavo e ouvimos isso dele. Aproveite!

Quem é Gustavo Fuga?

Fiz Economia na USP e fiquei na AIESEC por pouco mais de um ano. Tive que sair porque virei stakeholder e não podia ser membro e parceiro ao mesmo tempo. Até hoje temos parceria com a AIESEC.

Experiência na AIESEC

Entrei na AIESEC em 2011, na área de ICX Social (área responsável pela recepção de intercambistas de outros países para trabalharem em projetos sociais). Eu era responsável por levar a proposta da AIESEC para organizações de terceiro setor. Depois de alguns meses, assumi a coordenadoria do projeto Cidadão Global, no qual tive a oportunidade de conhecer diversas organizações e, posteriormente, criar o projeto de idiomas dentro da própria AIESEC. Isso seria o ponto de partida para a criação da 4YOU2.

O que essa experiência significou pra você?

A AIESEC foi uma experiência marcante e determinante na minha vida em vários aspectos. No âmbito pessoal, tive a oportunidade de conhecer diversas pessoas incríveis e muito inspiradoras, de quem até hoje busco estar próximo.

Como esse conhecimento adquirido foi útil na sua vida pós-AIESEC?

Ao final de 2011, ainda durante minha experiência na AIESEC, tive a ideia de criar uma escola de idiomas para a população de baixa renda. Alguns meses depois, essa ideia começou a dar corpo a um negócio social a 4YOU2 Idiomas. Nessa jornada empreendedora, os aprendizados dos tempos de AIESEC continuam sendo muito valiosos, sobretudo em relação às experiências relacionadas à liderança de equipe e resolução de problemas.

Dê uma dica para quem tem a mesma vontade que você: empreender para ajudar outras pessoas

É importante estar atento para não acreditar no discurso do self-made man. Muitas vezes, a mídia retrata a figura do empreendedor como grande herói individual, e isso simplesmente não é real. Ninguém faz nada grandioso sozinho e um dos seus principais objetivos deve ser trazer para a equipe pessoas melhores que você.

A 4YOU2 foi finalista do Prêmio Empresas Conscientes do Brasil, da revista ISTOÉ!.

O que você projeta para o futuro da 4YOU2?

Para o futuro da 4YOU2, pretendemos expandir a atuação por todo o Brasil, focando sempre no público com maior vulnerabilidade social e financeira. Estamos expandindo nossa atuação para cursos online e, futuramente, abrindo novos idiomas. Temos ainda o grande objetivo de montar a primeira agência de intercâmbio voltada para a base da pirâmide – queremos levar todos os nossos alunos para fora.

Reconhecimento

A iniciativa de Gustavo já rendeu retornos. Já tendo sido pauta de veículos como a Folha de São Paulo, o Catraca Livre e a Globo. Veja nesse link uma matéria do programa Como Será, apresentado por Sandra Annenberg, que entrevista Gustavo e mostra o trabalho da 4YOU2.

Fique ligado no blog para mais histórias de AIESECos que escolheram continuar. O impacto não pode acabar quando você sair da AIESEC. Em frente!

Leia também:



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *